Posts Tagged ‘poema’

h1

Um café e uma reflexão

01/06/2010

Um dia estava lendo, faz uns dois meses, um artigo do Zeca Baleiro (grande Baleiro!) na revista Isto E intitulado “Palavrões e Poesia”. Falava sobre a lei Pimenta na Boca, a qual proibia o uso de palavras de baixo calão e gestos obcenos nos estádios de Paraíba (que coisa, não?). Depois, o maranhense começa a desenrolar sua opinião sobre o assunto. Sei que agora você, leitor, deve estar perguntando o que quê tudo isso tem haver com o blog. Pois, fique tranqüilo. O belo cantor e compositor finaliza seu artigo com algo uma poema de La Fontaine, e aqui trancrevo esta parte:

“Aqui reproduzo “Epigrama”, popema saído da pena do francês La Fontaine, aqule mesmo, autor das célebres fábuilas que todo pai um dia por certo contou ao filho na hora de dormir.

Amar, foder: uma união
De prazeres que não separo
A volúpia e os desejos são
O que a alma possui de mais raro.
Caralho, cona e corações
Juntam-se em doces efusões
Que os crentes censuram, os loucos
Reflete nisto, oh minha amada:
Amar sem foder é bem pouco,
Foder sem amar não é nada.”