h1

Cadilac, bi-bi!

27/05/2010

Por Juliana Narimatsu

Sim, caro leitor, hoje irei falar sobre um Cadilac, ou melhor, uma! Achou estranho? O que carro tem haver com sexo? Na verdade tem, e muito! Conhece a Rita? Rita Cadilac? Pois é, leitor, irei falar sobre seu filme Rita Cadilac, A Lady do Povo (aprecie com moderação), além de contar um pouco da história sobre a ex-chacrete.

Rainha do Bumbum
Rita de Cássia Coutinho veio ao mundo, mais precisamente na cidade maravilhosa, no dia 13 de junho de 1954. Sua fama estourou ao participar como dançarina – as conhecidas chacretes – no programa do apresentador Chacrinha de 1974 a 1983.
 Nos anos 80, durante o sucesso de Gretchen, grande parte das gravadoras estavam procurando por cantoras dançarinas; Rita foi convidada para a gravação com esse estilo – da mesma forma foram as colegas chacretes Fernanda Terremoto e Suely Pingo de Ouro. Mesmo com toda a popularidade, os discos não foram muito vendidos e Rita decidiu investir em outras áreas.
Rita realizou shows em prisões durante 15 anos, recebendo, assim, o título de “madrinha dos presidiários”. Essa performance pode ser conferida no filme Carandiru (2003), com um espetáculo no pátio da própria peninteciária.
Em entrevista com Adriane Galisteu, Rita declarou que foi garota de programa antes de começar sua carreira artística. Em 2004, ela gravou o filme pornô Sedução, onde há uma cena em que Rita realiza o sonho de um fã ao levá-lo para cama. Em A primeira vez de Rita Cadilac, a atriz contracena com uma mulher pela primeira vez. Além destes filmes, Rita participação especial para a empresa que tem seu contrato, a Brasileirinha.
Em entrevista a revista Época, Rita admitiu que ficou seis anos sem fazer sexo e entre seus parceiros de cama estão o jogador Pelé e o ator Edson Celulari.
Rita também declarou que deseja ser enterrada de bruços quando morrer para que assim possa ser reconhecida por todos (ironia, não?!). Observação: o nome Rita Cadilac já pertenceu a uma artista francesa. A própria Rita confirmou, para a revista Época, que seu nome artístico foi influência dessa cantora.

Rita Cadilac e as outras chacretes

A Lady do Povo.
Dirigido por Toni Venturi e com a participação de vários artistas que dão depoimentos ao longo do filme, como Drauzio Varella e Hector Barbenco. O filme, ou melhor, o documentário é uma biografia dos momentos mais importantes da vida e da carreira de Rita. Também é possível acompanhar o dia-a-dia de Rita da ex-chacrete, cantora, dançarina e atriz pornô com declarações , imagens inéditas dela.

Poster do filme

Confira o trailer do filme:

Então, leitor, vai uma pipoquinha com o filme?
Leia mais: Quer ver um filme? Veja Pornochanchado!
Saiba mais de cinema em Vamos Falar de Cinema!

Conte-nos sobre suas dúvidas e sugestões pelo e-mail blogpuravolupia@gmail.com e siga o @pura_volupia no Twitter!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: