h1

Lingerie, sustente sua relação!

06/05/2010

Por Juliana Narimatsu

Caro leitor, estava eu decidindo o próximo tema que iria discutir no meu post, quando descobri, ao navegar pelo mar sem limites que é a Internet, várias facetas que uma lingerie pode gerar. Pois é, leitor, lingerie não é apenas um assessório necessário para o público feminino. Quando bem usado, tanto pode valorizar o corpo das mulheres, quanto pode dar aquele up na relação (ou no homem mesmo). Cores, estilos, tipos, modelos, histórias…existem tantas coisas que uma lingerie pode “sustentar”. Então, caro leitor, fique de olhos bem abertos, pois o Pura Volúpia irá discutir sobre a grande parceira das mulheres (tirada pelos homens): a lingerie.

Lá vem história…
Calcinhas, sutiãs, cintas-ligas, espartilhos e outras peças compõem o que chamamos de lingerie (ou roupa de baixo, peça íntima). A lingerie passou por muitas transformações, seguindo as mudanças culturais e atendendo as exigências do novo público feminino.
Os espartilhos, por exemplo, foram usados por mais de quatro séculos. Além de causar problemas a saúde, havia o desconforto e a obrigação de possuir aquela cinturinha tão desejada pelas mulheres da época. A versão antiga da calcinha seria a ceroula, tão utilizada no século 19 e que ia até abaixo do joelho (e o calor?). A cinta-liga apareceu na década de 20, para segurar as meias 7/8. Dançarinas do Charleston exibiam essa peça por baixo das saias cheias de franja, enquanto dançavam ao som das jazz-bands. Até os anos 30, a cinta-liga era a única peça disponível para prender as meias das mulheres; só na década de 40 é que as meias-calças chegaram às prateleiras.

Espartilho, cinta-liga, ceroula e sutiã

No século 20, acompanhando a moda das roupas justas e cinturas marcadas, houve o aparecimento do sutiã com armações de metal, cintas e corpetes para moldar o corpo feminino. A moda, conforme os anos, foi trazendo novidades em cores, materiais e estilos, tornando a lingerie cada vez mais confortável e durável, duas exigências que surgiram durante a vida moderna. Entretanto, o mundo fashion sempre vem renovando o que era do passado, fazendo com que os espartilhos e cintas-ligas continuem no guarda-roupa feminino.
Saiba mais: Bra-Burning – A história da queima dos sutiãs em 1968.

Vitrine
Pois é leitor, o mercado de lingeries dispõe de uma variedade E-N-O-R-M-E de estilos. Vamos conferir?
Super-básicos
Não diria que seria “a” peça ideal para apimentar a relação. Esses estão mais ligados ao conforto e a praticidade.
Neon
Cadê você? Como todos viram, as cores que pegaram nesse ano foram as fluorescentes; e, pensando nisso, a marca Pselda lançou um kit de lingeries nas cores fluor, como verde, roxo e rosa, além da confecção de camisinhas com as mesmas tonalidades.


Românticos
São aqueles bem delicados. Rosinhas, roxinhos, branquinhos, sempre acompanhados com estampas de flores e rendas. Certas lingeries que possuem esse ar romântico, também podem trazer a pitada caliente (santinha do pau oco!), então, aposte nessas peças para “provocar” a sua relação.
Sexy
Cheias de renda e transparência e com cores provocantes, essas lingeries são geralmente acompanhadas de camisolas e baby-dolls cheios de ousadia.
So Sexy!
Quanto menos, se quer mais! Aqui se encontram lingeries bem provocantes, grande parte feita de tecidos transparentes, onde os seios ficam visíveis. A parte de baixo se encontra as calcinhas fio-dental. Além dos corpetes e cintas-ligas, existem os macacões, maios e várias peças cheias de provocação. Algumas são acompanhadas de acessórios como máscaras, chicotes e buás; outras possuem na própria peça sinos, pom-pons e outros afins.
Nessa categoria entram as lingeries comestíveis – Leia mais: Deguste (uhmmm) –, e também as com o tema África (estampas de onça, zebra, cobra, entre outros).
Fantasiaaa no ar…
As fantasias podem ser outra uma alternativa para esquentar o relacionamento. Enfermeira, médica, bombeira, policial, salva-vidas podem resgatar seu companheiro a qualquer hora. A colegial e empregada doméstica fazem parte do arsenal de artigos eróticos. A mamãe-noel, a fadinha e até o Peter Pan também não ficaram de fora.

Depoimentos
De acordo com A. M., 21 anos, a lingerie é uma alternativa idela para solucionar os problemas de rotina na relação.
“E ajuda demais a sair da rotina!Antes de tudo uma mulher deve se sentir bem naquilo que se está vestindo,prq tem muitas mulheres que acabam usando algumas coisas pensando que vão agradar o parceiro,mas no fundo não se sentem bem com aquilo e isso tira definitivamente toda a beleza e sensualidade feminina que conseqüentemente não vai excitar muito o parceiro. Seja inovadora,mas mantenha sua simplicidade usando o que te deixa bem mas que tbm o impressione,mantenha o máximo de equilíbrio possível nessas horas,afinal,a maior beleza e sedução está em vc mesma!!!”
Da mesma forma concorda Isabela Schmall, gerente comercial da Intimitat Lingerie. Isabela acha muito importante escolher o modelo adequado, pois a escolha pode valorizar o corpo da mulher.
“Hoje em dia as lingeries se tornaram além de lindas, funcionais, ou seja, podem operar verdadeiros milagres, valorizando o que a mulher tem de mais bonito em seu corpo e disfarçando imperfeições. Na noite de núpcias é excelente poder contar com mais esta ajudazinha para realçar o poder da sedução feminina
“. 

Mercado
Não pense, caro leitor, que o mercado de lingeries está restringido apenas para o público feminino e da boa forma.
Um exemplo seria a modelo Katie Prince, do Reino Unido. Decidindo confeccionar uma coleção para mulheres que fogem do padrão de beleza (magras com tudo em cima), Katie criou lingeries ,cheias de estilo, para todo o tipo de corpo feminino, desde as gordinhas, até as com pouco seios.

O desfile

Saiba mais: Novo conceito em lingeries especializadas em tamanhos grandes.
O comércio de produtos eróticos também está apostando no público masculino. Segundo o site Sintaliga, é possível encontrar peças super-sexy e algumas fantasias para os homens, “Apesar da esmagadora maioria ser voltada ao público feminino, existem também algumas peças e modelos elaborados visando o público masculino. Nesse caso, os modelos que fazem mais sucesso são as fantasias de bombeiro e de médico, mas há também modelos mais inusitados, como cuecas tematizadas (muitas, inclusive, imitando animais como cobras), tapas-sexos e fantasias de heróis”.

Chá de Lingerie
É isso ae, leitor! Chá de panela/cozinha é coisa do passado! Agora, as mulheres modernas encontraram uma nova alternativa para as reuniões antes do casório. O chá de lingerie consiste em reunião de amigas, onde a prenda, em vez de utensílios domésticos, seria lingeries, preparando, assim, o enxoval para a lua-de-mel.

Dicas
Eis algumas dicas que podem te ajudar, caro leitor, na escolha da lingerie, para valorizar o que a mulher tem de mais bonito.
eios: Caso você queira aumentar e dar mais sustentação, compre sutiãs com bojos, espumas moldadas ou os push-up, que também aproximam e levantam os seios. Outra dica para dar um up é utilizar sutiãs com as alças com as alças cruzadas nas costas.
Bumbum: algumas mulheres optam pelo fio-dental para realçar e não marcar o bumbum. Outras utilizam as calcinhas que cobrem todo o bumbum, isso faz com que não se espalhe para os lados e nem fique marcado pelo elástico. Também existem as calcinhas com enchimento, que podem ajudar para dar aquela aumentada sem nenhum agulha.

Pois é, leitor, uma boa lingerie pode trazer belos benefícios em seu relacionamento.
Então, qual será a surpresinha de hoje a noite?
Leia mais: Uma viagem pelo soutien.

Conte-nos sobre suas dúvidas e sugestões pelo e-mail blogpuravolupia@gmail.com e siga o @pura_volupia no Twitter

2 comentários

  1. Nossa que legal a história,eu estou fazendo faculdade de moda e estou no final e tive vontade e criar lingeries e to amando saber td sobre lingerie é uma história legal e grande parabéns


  2. Oi gente,
    acabo de montar meu próprio blog só sobre lingerie. Adoraria ver vocês por lá: http://sodelingerie.wordpress.com/
    Bjkas
    Nana



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: